21.11.17

Romance

© Daniel Pinheiro

LÍGIA SOARES // ROMANCE 
SEX 24 NOV 21:30 // Teatro Esther de Carvalho, Montemor-o-Velho 

Na sequência de um trabalho já iniciado com a peça "Ar ao Vento" em 2008, com “Romance” procuro mais uma vez "pôr palavras na boca do espectador". Em "Romance" o dispositivo passa pela ação de pedir diretamente para dizer. Este pedido ou comando torna-se simultaneamente um ponto de relação entre o espectador e o performer e também um dispositivo de diálogo entre os vários espectadores contendo a segurança e o risco de se falar com as palavras de outro e criando fortes jogos de identificação e repulsa pelo que se diz. 
Esta peça foi criada em Janeiro 2015 no contexto de uma residência de criação na malavoadora.porto. O seu texto foi depois editado pela Douda Correria e lançado em Maio de 2015. Em "Romance" as vozes e perspectivas plurais que fazem normalmente parte do meu trabalho são incluídas num texto que reflete sobre o discurso vigente da classe média do mundo ocidental, parodiando com lógicas discursivas quotidianas que, extremadas, denunciam o obsceno por detrás do politicamente correto. 

"Diz que me emprestas dinheiro se eu não arranjar trabalho. Diz que acreditas que depois te pago se arranjar. Diz que não me deixas a viver na rua assim vestido. Diz-me que não estamos aqui a viver a típica situação de uma pequena burguesia de esquerda a empatizar com os pobrezinhos. Diz-me que não estamos! Diz! Não negues que estás! " (in Romance) 

Concepção, texto e interpretação: Lígia Soares 
Música: Mariana Ricardo 
Apoio à dramaturgia: Miguel Castro Caldas 
Design gráfico: Filipe Pinto 
Fotografia: Daniel Pinheiro 
Figurino: Tânia Afonso e Lígia Soares 
Produção: Máquina Agradável 
Apoio: Mala Voadora, Teatro Praga, Primeiros Sintomas 
Financiado por Ministério da Cultura / Direção Geral das Artes 

www.maquinaagradavel.com 

M/14; 50’